Seja bem-vindo. Hoje é

Mundo de tradições cruéis

Postado por Dymonte Em 26 de setembro de 2010 3 comentários
O que dizer dos navios japoneses que caçam baleias com a desculpa descarada de que seriam para fins científicos? Gostaríamos de saber que tipo de pesquisa científica é essa que já duram 100 anos e ninguém apresenta algum resultado?
Até hoje é difícil convencer as pessoas de que animais de rodeio não são maltratados; a utilização de dispositivos para que o animal saia saltando desesperadamente, é sim uma maneira de tortura no pobre animal. Que tal instalar tal apetrecho nos promotores desses eventos para ver o que acontece. Infelizmente esse evento vem se associando a vários ícones da música e dramaturgia brasileira, isso é uma pena.
Para ser considerado um homem de Ilhas Faroe, parte da Dinamarca e Gronelândia, é uma exigência o ritual para matar golfinhos e outros cetáceos pequenos.
A cidade inteira acompanha o abate. Dá para escutar os gritos dos golfinhos feridos a longas distâncias e os moradores agem como se tudo fosse parte de uma atmosfera de festa e afirmam orgulhosamente que tal massacre faz parte da sua cultura.
Como pode ser autorizada essa crueldade?
No sul do nosso pais como se não bastasse a crueldade com a farra do boi, ainda ocorrem eventos denominados “puxadas”. Situações em que se colocam grande quantidade de carga em uma plataforma de madeira (sem rodas) e fazem o pobre do animal puxar aquilo por determinados metros. Alguns animais chegam a puxar até 3 toneladas de carga (absurdo total).
Deviam colocar as pessoas que acham isso bonito para puxar e ver quem é o ignorante mais forte da redondeza.
Veja mais sobre essa barbaridade AQUI.

Touradas - outro evento em que o animal não tem como se defender, depois de provocado a reagir aos movimentos dos toureiros (que chegam a ter status de heróis na Espanha), esses animais são massacrados em praça pública e arrastados para fora do espetáculo sangrento. Que espetáculo é esse... Vamos colocar um leão lá para ver se o heróico Toureador realmente tem coragem.

3 comentários:

Maria Marçal disse...

Que barbaridade não é mesmo?
Penso muito nisso e até mesmo o nosso tão famoso futebol vem investido de "prazer", mas traz na sua essência a violência das torcidas... tudo isso motivados pelo lado sombrio do Ser Humano que parece esquecido, mas não... historicamente se apresenta como tirano.

beijos, Maria Marçal - Porto Alegre - RS

Maria Marçal disse...

Que barbaridade não é mesmo?
Penso muito nisso e até mesmo o nosso tão famoso futebol vem investido de "prazer", mas traz na sua essência a violência das torcidas... tudo isso motivados pelo lado sombrio do Ser Humano que parece esquecido, mas não... historicamente se apresenta como tirano.

beijos, Maria Marçal - Porto Alegre - RS

Mad Resgate disse...

Ola
Rituais como os apresentados, jamais poderiam ser chamados de legados da cultura de um povo, e sim como a maior aberração e crueldade já existente
As pessoas que praticam tais atos, deveriam passar por uma seção idêntica, para que assim pudesse dar valor a estes animais, e ainda mostrar para seu país que, cultura não é sinônimo de ignorância
Um forte abraço
Mad

Postar um comentário

Seu comentário será moderado, e postado se não violar as regras abaixo:

-Faça comentários relativos ao assunto abordado.
-Pedidos de parcerias e anúncios use o formulário de contato.
-Não faça calunias, difamações, menos ainda citações preconceituosas.
-Só inclua links que estejam de acordo com o assunto
-Não faça spam!

Participar deste site

Links amigos